Cinema e educação: o velho, o novo e outros territórios na formação docente

  • Fernanda Omelczuk Universidade Federal de são João Del Rei (UFSJ)
Palavras-chave: Cinema e educação, Formação docente, Intergeracionalidade

Resumo

O trabalho compartilha reflexões sobre experiências de cinema realizadas por professores em formação com o público de uma instituição de longa permanência para idosos em São João del-Rei/MG. Desenvolvemos três recortes de análises: o contraste rítmico-produtivo da relação professor-criança-velho; o encontro com a velhice como experiência de estranheza e acolhimento; e o lugar da imaginação em diferentes fases da vida. Observamos que a formação de professores no espaço asilar, intensificada pelo cinema como experiência estética, desloca o fazer docente, o cinema e a experiência do “velho” em meio aos discursos contemporâneos de inovação pedagógica.

Referências

A música segundo Tom Jobim. Direção: Nelson Pereira dos Santos, 2012. 1 DVD (88min).

BÁRCENA, Fernando. La diferencia (de los idiotas). Revista Pro-Posições, v. 26, n. 1 (76), p. 49-67, jan./abr. 2015.

BEDIN, Luciano. Cartografia: outra forma de pesquisar. Revista Digital do Lav, Santa Maria, v. 7, n. 2, p. 66-77, maio/ago. 2014.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. A imagem-tempo. Tradução Eloisa de Araujo Ribeiro. São Paulo: Brasiliense, 2005.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia 2. 2. ed. Tradução Suely Rolnik. São Paulo: Editora 34, 2012, v. 4.

DELIGNY, Fernand. O Aracniano e outros textos. São Paulo: n-1 edições, 2018.

DUARTE JÚNIOR, João Francisco. Fundamentos estéticos da Educação. 5. ed. Campinas, SP: Papirus, 1988.

FERREIRA, Jacqueline.; OMELCZUK, Fernanda. Relatório final de Iniciação Científica. Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Pró-Reitoria de Pesquisa. Edital 003/2018.

FRESQUET, Adriana. Cinema e Educação: reflexões e experiência com estudantes de educação básica dentro e “fora” da escola. 1. ed. Rio de Janeiro: Autêntica, 2013.

GALLO, Silvio. René Schérer e a Filosofia da Educação: Aproximações. Anais da 37ª Reunião Nacional da ANPEd. Florianópolis. 2015. Disponível em: . Acesso em: 7 ago. 2018.

GUATTARI, Félix; ROLNIK, Suely. Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis: Vozes, 1993.

KASTRUP, Virgínia. Pistas do método da cartografia – a experiência da pesquisa e o plano comum. Porto Alegre: Sulina, 2014, v. 2.

MASSCHELEIN, Jan; SIMONS, Maarten. Em defesa da escola: uma questão pública. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

ORLANDI, Luiz. Um gosto pelos encontros. 2014. Disponível em: . Acesso em: 19 ago. 2018.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do Sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental, Editora 34, 2009.

RANCIÈRE, Jacques. O Mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

TÓTORA, Silvana. Genealogia da velhice. Ecopolítica, [S.l.], n. 6, maio/ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 7 ago. 2018.

VIGOTSKI, Lev. Imaginación y creación en la edad infantil. Lanús Oeste: Nuestra América, 2012.

ZOURABICHVILI, François. O vocabulário de Deleuze. Rio de Janeiro: Relume Dumará; Sinergia; Ediouro, 2009.
Publicado
2019-11-27