A formação identitária docente na educação profissional e as narrativas formadoras

Autores

  • Bruna Duarte Ferreira Frohmut Centro Paula Souza
  • Elda Gonçalves Nemer Centro Paula Souza
  • Rodrigo Avella Ramirez Centro Paula Souza

DOI:

https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.537

Resumo

O processo de significação da identidade docente e a formação do professor da educação profissional constituem o objeto deste estudo. Com o objetivo de identificar como os professores significam a sua identidade docente e sua formação docente, esse estudo foi guiado pela seguinte questão: qual a possibilidade de as narrativas formadoras serem utilizadas como instrumento na formação docente? O método descritivo exploratório com uma revisão bibliográfica foi usado para o desenvolvimento deste estudo aliado com a pesquisa narrativa que também foi adotada como eixo metodológico com professores que atuam no ensino técnico de cursos que pertencem ao eixo tecnológico de controle e processos industriais de uma Escola Técnica Estadual em São Paulo. A análise dos dados coletados revela que as narrativas formadoras podem auxiliar no processo de significação da identidade docente, bem como na sua formação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Duarte Ferreira Frohmut, Centro Paula Souza

Mestre em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional pelo Centro Paula Souza. Possui pós-graduação em Engenharia de Automação e Eletrônica Industrial pela Faculdade Unyleya (2017) e pós-graduação em Psicopedagogia pela Universidade Cidade de São Paulo (2015) e graduação em Tecnologia em Sistemas Elétricos pelo Instituto Federal de São Paulo (2009).

Elda Gonçalves Nemer, Centro Paula Souza

Mestra em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional (CEETPS), Especialista em Educação a Distância (UNIFEI), Licenciada em Letras Língua Inglesa (UAM), Graduada em Web Writing ? Redação para Multimeios (UAM). Realizou intercâmbio e estudos sobre Educação Profissional em EAD no Canadá, na instituição CÉGEP@distance em 2014 e atuou como Coordenadora de Intercâmbio Cultural nos Estados Unidos pelo programa Conexão Mundo (US-BRAZIL CONNECT), Ensino de Língua Inglesa na Formação Técnica, em 2016. Trabalha desde 2001 na área da Educação Profissional. Atuou no desenvolvimento de programas educacionais em língua inglesa e na coordenação de professores estrangeiros no desenvolvimento de cursos on-line e presenciais, e atua desde 2011 no SENAI-SP no planejamento, no desenvolvimento e na tutoria de cursos a distância na Educação Profissional.

Rodrigo Avella Ramirez, Centro Paula Souza

Doutor em Educação, Arte e História da Cultura (summa cum laude) pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Mestre em Gestão da Formação Tecnológica pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS). Especialista em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Possui graduação em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM e Licenciatura em Língua Inglesa pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atualmente é Professor e Pesquisador no Programa de Mestrado em Educação Profissional do CEETEPS onde também atua como representante do PPG para avaliação de periódicos CAPES. Professor de Ensino Superior da Fatec - Centro Paula Sousa onde atuou como coordenador Institucional do programa Idiomas sem Fronteiras (IsF). Examinador oficial Cambridge Exams. Membro acadêmico do Athens Institute for Education and Research (ATINER) nas unidades de Educação e Línguas e linguística.

Referências

BRAGANÇA, I. F. S. Sobre o conceito de formação na abordagem (auto) biográfica. Educação, Porto Alegre, v.34, n.2, p. 157-164, mai./ago. 2011. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8700/6352 Acesso em: 02 nov. 2019.

BRAUN, V. ; CLARKE, V. Using thematic analysis in psychology. Qualitative Research in Psychology, 3 (2). p. 77-101, 2006.Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1191/1478088706qp063oa> Acesso em: 03 fev. 2021.

DELORS, J. Educação: um tesouro a descobrir. Paris: UNESCO. 1996.

FIORENTINI, Dário; CRECCI, Vanessa. Desenvolvimento Profissional docente: um termo guarda-chuva ou um novo sentido à formação? Revista Brasileira de Pesquisa sobre formação docente. Belo Horizonte, v.5, n.8, p. 11-23, jan/jun 2013. Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br Acesso em: 04 de abril de 2020.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. S. Professores do Brasil: Novos cenários de Formação. Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: <http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/single-view/news/professores_do_brasil_novos_cenarios_de_formacao/> Acesso em 24 nov.2019

GUADAGNIM, Valéria Cristina. Percursos de autoria: exercícios de pesquisa. In: PRADO, G.V.T et al. (Org.) Encaminhar: Mostrar o caminho. Qual caminho? Há tantos jeitos diferentes de caminhar... . Campinas: Alínea, 2007. Cap. 5, p. 113-127.

HALL, S. A centralidade da cultura: notas sobre revoluções culturais do nosso tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v.22, n. 2, p.15-46, 1997.

______. A identidade cultural na pós-modernidade. 12. Ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2019.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Escola e desenvolvimento profissional da docência. In: GATTI, B. et al.(Org) Por uma política nacional de formação de professores. São Paulo: editora UNESP, 2011. Cap. 1, p.23-54.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, Antonio (Org). Os professores e a sua formação. Lisboa. Dom Quixote, 1992, Cap.1, p. 15-33.

PAIVA, C. M. F. A identidade docente na educação profissional: como se forma o professor. XVI ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – UNICAMP, 2012.

PÉREZ -GÓMEZ, Angel. O pensamento prático do professor – A formação do professor como profissional reflexivo. In: NÓVOA, Antonio (Org). Os professores e a sua formação. Lisboa. Dom Quixote, 1992, Cap.5, p. 93-114.

PETEROSSI, H. G.; MENINO, S. E. A formação do formador. São Paulo, SP: Centro Paula Souza, 2017.

RAMIREZ, R. A. Histórias de Vida na formação do professor. São Paulo: CEETEPS, 2014.

SACRISTÁN, J. G. Educar e conviver na cultura global. Porto Alegre, Artmed Editora, 2002.

SOUZA, Luciana Karine de. Pesquisa com análise qualitativa de dados: conhecendo a Análise Temática. Arquivos Brasileiros de Psicologia. Rio de Janeiro, v.71, n.2, p. 51-67, 2006 Disponível em: <https://www.academia.edu/40195402/Pesquisa_com_an%C3%A1lise_qualitativa_de_dados_conhecendo_a_An%C3%A1lise_Tem%C3%A1tica> Acesso em: 03 fev. 2021.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-09-26

Como Citar

Bruna Duarte Ferreira Frohmut, Elda Gonçalves Nemer, & Rodrigo Avella Ramirez. (2022). A formação identitária docente na educação profissional e as narrativas formadoras. Devir Educação, 6(1), e–537. https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.537