Aproximação ao debate recente sobre a articulação teórica e prática na formação docente em teses e dissertações em educação

  • Sandy Lima Costa Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Diana Aguiar Salomão Universidade Estadual do Ceará
  • Isabel Maria Sabino de Farias Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Articulação teoria e prática, Teses e dissertações, Formação de professores

Resumo

O presente artigo apresenta uma discussão sobre o binômio teoria e prática na formação de professores a partir da produção acadêmica nacional vinculada a programas de pós-graduação stricto sensu em Educação. O questionamento propulsor dessa pesquisa é: como o tema acerca da articulação entre teoria e prática se faz presente na produção acadêmica nacional decorrente dos programas de pós-graduação em Educação? Objetivamos examinar a abordagem dispensada ao tema da articulação entre teoria e prática na produção acadêmica nacional vinculada aos programas de pós-graduação em Educação (teses e dissertações). Para o alcance do objetivo proposto, foi realizado um levantamento bibliográfico, com abordagem qualitativa, de teses e dissertações, utilizando os descritores “articulação teoria e prática” e “curso de Pedagogia”. Foram identificadas 8 produções, 4 dissertações e 4 teses, considerando o período 2006 a 2016. O aporte teórico apoiou-se nas formulações de Cruz (2012), Garcia (1999), Ghedin, Oliveira e Almeida (2015), Giovanni e Guarnieri (2014), Nóvoa (2009), Pimenta e Lima (2004), Saviani (2007), Vaillant e Marcelo (2012), Vázquez (2007), dentre outras. A análise das produções evidenciou que, embora com foco temático distinto, todas as oito produções buscam a compreensão do processo formativo docente, no entanto a discussão sobre essa articulação na formação docente não foi central nos estudos localizados. Com base nessa constatação, ressaltamos a necessidade de aprofundamento das discussões sobre a articulação teoria e prática na formação dos professores como temática central de estudos acadêmicos de teses e dissertações.

Referências

AMORIM, Aline Diniz de. O processo de constituição da identidade docente do professor iniciante: egressos do curso de Pedagogia da UNESP/Bauru. 2016. 150 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) — Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências e Letras, Campus Araraquara, São Paulo, 2016.

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de,et al. O papel do professor formador e das práticas de licenciatura sob o olhar avaliativo dos futuros professores. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, vol. 12, 2012, p. 101-123.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2004.

CANDAU, Vera Maria. Educação em Direitos Humanos. Revista Novamerica, Rio de Janeiro, n. 78, p. 36-39, 1998.

CANDAU, Vera Maria; LELIS, Isabel Alice.A Relação Teoria-Prática na Formação do educador. In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Rumo a uma Nova Didática. 10 ed. Petrópolis: Vozes. 1999. p.56-72.

CHIARELO, Sheila Mara de Melo Rodrigues. O diálogo entre teoria e prática no cenário das políticas públicas de formação inicial de professores à docência de pedagogia: os casos USP, UNESP E UNICAMP. 2017. 146 f. Dissertação (Mestrado Profissional – Políticas Públicas), Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Franca, 2017.

CRUZ, Giseli Barreto da. Teoria e prática no curso de pedagogia. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 1, p.149-164, 2012.

FARIAS, Isabel Maria Sabino. Inovação, mudança e cultura docente. Brasília: Liber Livro, 2006.

FORMOSINHO, João (Coord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e acção docente. Portugal: Porto Editora, 2009.

FRANCELINO DE SALES, Claudemir. O estágio e a política de formação do educador: um estudo a partir de programas e projetos da rede municipal de ensino do Recife. 2011. 111f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário Santoro. Pedagogia e prática docente. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

FULLAN, Michael. The new meaning of educational change. New York: Teachers College, 1991.

GARCIA, Walter Esteves. Educação: visão teórica e prática pedagógica. São Paulo: McGraw-Hill, 1977.

GARCIA, Carlos Marcelo. El primer ano de enseñanza: análisis del processo del socialización de profesores iniciantes. Revista do Educación, núm. 300, 1993, págs. 225-277.

GARCIA, Carlos Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GATTI, Bernadete Angelina. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educ. Soc. Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out./dez. 2010.

GATTI, Bernadete Angelina. A formação inicial de professores para a Educação Básica: as licenciaturas. Revista USP. São Paulo, n. 100, p. 33-46, dez./jan./fev. 2014.

GHEDIN, Evandro, OLIVEIRA, Elisangela S. de; ALMEIDA, Whasgthon A. de Almeida. Estágio com pesquisa. São Paulo: Cortez, 2015.

GIOVANNI, Luciana Maria; GUARNIERI, Maria Regina. Pesquisas sobre professores iniciantes e as tendências atuais de reforma da formação de professores: distância, ambiguidades e tensões. In: GIOVANNI, Luciana Maria; MARIN, Alda Junqueira (Org.). Professores iniciantes: diferentes necessidades em diferentes contextos. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, 2014.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2011.

LIMA, Maria Socorro Lucena. A hora da prática: reflexões sobre o estágio supervisionado e ação docente. 2. ed. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2004.

MACEDO, Natalia Neves. Formação de professores para a educação inclusiva nos cursos de Pedagogia das Universidades Públicas Paulistas. 2010. 140f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) - Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 2010.

MARCELO GARCÍA, Carlos; VAILLANT, Denise. Ensinando a ensinar: As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Ed. UTFPR, 2012.

MENDES, Débora Lúcia Lima Leite. Estrutura e funcionamento de ensino e a gestão educacional: avaliação de disciplinas em cursos de pedagogia e licenciatura na Universidade Federal do Ceará. 2011. 206f. – Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.

MELLO, Marilice Pereira Ruiz do Amaral. Formação inicial de professores e projetos integradores do curso de Pedagogia: desafios e possibilidades. 2013. 224f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.

NONO, Maévi Anabel. Professores iniciantes: o papel da escola em sua formação. Porto Alegre: Editora Mediação, 2011.

NÓVOA, Antônio (Coord.). Os professores e a sua formação. 2 ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

NÓVOA, António (Org.). Vidas de professores. 2a ed. Porto: Porto Editora, 2000.

NÓVOA, António. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

RIBEIRO, Jacira Chaves. Formação continuada e trabalho pedagógico: o caso de uma professora egressa do curso de Pedagogia para professores em exercício no início de escolarização-PIE. 2006. 137f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, 2006.

OLIVEIRA, Adriana. Inclusão Escolar e Formação Inicial de Professores: A Metodologia da Problematização Como Possibilidade da Construção dos Saberes Inclusivos. 2016 145 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquista Filho", Araraquara, 2016.

PIMENTA, Selma Garrido. O estágio na formação de professores: unidade entre teoria e prática? Cad. Pesq., São Paulo, n. 94, 1995.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores - saberes da docência e identidade do professor. Nuances, v. 3, n. 1, p. 5-12, set. 1997.

PIMENTA, Selma Garrido. A Didática como mediação na construção da identidade do professor uma experiência de ensino e pesquisa na Licenciatura. ln: OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales; ANDRÉ, Marli (Orgs.). Alternativas ao ensino de didática. Campinas: Papirus, 1997.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez Editora, 1999.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA Maria Socorro Lucena. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis, v. 3, n. 3 e 4, p. 5-24, 2005/2006.

SARTORI, Jerônimo. Formação do professor em serviço: da (re)construção teórica e da ressignificação da prática. 2009. 209f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

SAVIANI, Demerval. Pedagogia: o espaço da educação na universidade. Cadernos de Pesquisa, v. 37, nº 130, p. 99-134, jan. 2007.

TEIXEIRA, Marina Codo Andrade. O compromisso formativo dos cursos de Administração com a realidade local. 2015. 175f. Tese (Doutorado em Currículo) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.

VAILLANT, Denise; MARCELO, Carlos. Ensinando a Ensinar: as quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Ed. UTFPR, 2012.

VÁZQUEZ, Adolfo Sanchez. Filosofia da Práxis. Tradução de Luiz Fernando Cardoso. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

VIANA, Herika Paes Rodrigues. A formação de professores de História: articulação teoria e prática. 2017. 133f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2017.

Publicado
2019-11-27