Dificuldades e desafios dos professores do ensino fundamental 1 em relação ao ensino de ciências

Autores

  • Sidélia Ribeiro Universidade Federal de Catalão
  • Fernanda Welter Adams Universidade Federal da Bahia
  • Simara Maria Tavares Nunes Universidade Federal de Catalão

DOI:

https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.536

Palavras-chave:

Ensino de Ciências; Desafios; Formação docente

Resumo

O Ensino de Ciências é de suma importância na formação cidadã; desde que este seja planejado, pode possibilitar uma compreensão do mundo, ou seja, promove uma leitura do mundo. Entretanto são vários desafios para que a formação cidadã ocorra e um dos desafios é a formação inicial dos professores no Ensino de Ciências. Vários autores têm discutido as dificuldades dos professores do Ensino Fundamental 1 nesta área de conhecimento. Assim, o presente artigo tem como objetivo apresentar um recorte de um Trabalho de Conclusão de Curso no qual abordamos as dificuldades e desafios enfrentados pelos docentes do Ensino Fundamental 1 no exercício de sua ação pedagógica no Ensino de Ciências em uma escola da rede pública do interior do estado de Goiás.  Para o desenvolvimento desta pesquisa utilizou-se para coleta de dados questionários com perguntas abertas e fechadas, que foram respondidos por oito professores das turmas de 1º ao 5º ano da Escola. Os dados obtidos através dos questionários foram transcritos e analisados de acordo com a Análise Textual Discursiva.  Avalia-se que os professores reconhecem a importância do Ensino de Ciências para a formação dos alunos. Porém, apontam uma série de dificuldades como falta de tempo devido à cobrança sobre Português e Matemática, a falta de recursos didáticos e por fim, a falta de formação inicial adequada. Acredita-se que a oferta de uma formação continuada poderia auxiliar a mudar a realidade do Ensino de Ciências no Ensino Fundamental 1.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sidélia Ribeiro, Universidade Federal de Catalão

Licencianda em Educação do Campo, professora da Secretaria Municipal de Educação de Catalão

Fernanda Welter Adams, Universidade Federal da Bahia

Doutoranda do programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mestre em Educação (2018) pelo programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão

Simara Maria Tavares Nunes, Universidade Federal de Catalão

Licenciada (1995) e Bacharel (2002) em Química, Mestre (1999) e Doutora em Ciências (2003) - Área de Concentração Química - pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Atualmente é Professora Associada da UAE de Educação da Universidade Federal de Catalão, na área de Ensino de Química. Foi Coordenadora Geral de Estágios da Regional Catalão (2012-2014) e Coordenadora de área do Pibid (2009 - 2014). Desenvolve projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão na Área de Ensino de Ciências, Educação Ambiental, Formação de Professores e o papel da extensão nessa formação inicial.

Referências

AULER, D. Enfoque ciências tecnologia sociedade: pressupostos para o contexto brasileiro, Ciências e Ensino. v.1, n. especial, nov., 2007.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: 1997.
BONANDO, P. A. Ensino de Ciências nas séries iniciais do 1º grau: descrição análise de um programa de ensino e assessoria ao professor. Dissertação de Mestrado, Programa de pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de São Carlos, 1998.
CHASSOT, A.I. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação. São Paul, v. 23, n.22, p.89-100, 2003.
CHEVALLARD, Y. La Transposición Didáctica: del saber sabio al saber enseñado. Argentina: Editora Aique, 1991.
DESLAURIERS, J. P. O delineamento de pesquisa qualitativa. 3 ed., Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.
DUCATTI-SILVA, K. C. A. A formação no curso de Pedagogia para o ensino de ciências nas séries iniciais. Dissertação de Mestrado, programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Federal Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, São Paulo, 2005.
FUMAGALLI, L. O ensino de ciências naturais no nível fundamental de educação formal: argumentos a seu favor. In: WEISSMANN, Hilda (Org.). Didática das ciências naturais: contribuições e reflexões, Porto Alegre: ArtMed, 1998.
FRACALANZA, H. O ensino de Ciências no primeiro grau. São Paulo: Atual, 1986.
GATTI, B. A construção da pesquisa em educação no Brasil. Brasília: Líber Livros, 2005.
LOPES, C. V. M., DULAC, E. B. F. Ideias e palavras na/da ciência ou leitura e escrita; o que a ciência tem a ver com tudo isso? In: NEVES, I. C. B. et Al. (Orgs). Ler e escrever: compromisso de todas as áreas, 8. Ed., Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2007.
LORENZETTI, L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis-SC, 2000.
HAMBURGER, E. W. Alguns apontamentos sobre o ensino de Ciências nas séries escolares iniciais. Estudos avançados, v. 21, p.93-104, 2007.
MARTINS, G. A. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2008.
ROSA, C. W., PEREZ, C. A. S., DRUM, C. Ensino de física nas séries iniciais: concepções da prática docente. Investigações em Ensino de Ciências, v. 12, n. 3, p. 357-368, 2007.
SANTOS, W. L. P. Educação científica na perspectiva do letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, São Paulo: v.12, n.36. set-dez, 2007.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-05-06

Como Citar

Ribeiro, S., Welter Adams, F., & Maria Tavares Nunes, S. (2022). Dificuldades e desafios dos professores do ensino fundamental 1 em relação ao ensino de ciências. Devir Educação, 6(1), e–536. https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.536