Desenvolvimento profissional de professores iniciantes na educação infantil e a ação de acompanhamento do professor experiente

Autores

  • ELIZABETE GASPAR DE OLIVEIRA EDUVALE
  • Simone Albuquerque da Rocha Universidade Federal de Rondonópolis - UFR

DOI:

https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.406

Palavras-chave:

Professores Iniciantes; Professores Experientes; Desenvolvimento profissional docente; Acompanhamento.

Resumo

Investigar como professores minimizam suas dificuldades formativas no período inicial da docência tem-se consistido em tendências de pesquisas interessantes que vêm crescendo na última década. Associar, às buscas dos dados, experiências e iniciativas em projetos e propostas sobre o desenvolvimento profissional desses professores iniciantes tem-se revelado como uma atividade importante, posto que visa atender aos dilemas, traumas e desafios de tais docentes quando de sua inserção na escola, na maioria das vezes, desassistidos pela gestão e pelos seus pares. O presente artigo aborda a atividade proposta no projeto OBEDUC/CAPES/INEP/SECADI, desenvolvido no PPGEdu/UFMT no grupo de pesquisa InvestigAção de 2013/2017 que associou, às ações de ingresso do iniciante nas escolas municipais, o acompanhamento de um professor experiente para subsidiar, apoiar, orientar e assessorá-lo na fase iniciática. O texto resulta de pesquisa de mestrado, que teve como indagações provocadoras: como o professor iniciante concebe o trabalho do professor experiente no acompanhamento da sua prática, após ter-se inserido no projeto OBEDUC/UFMT/CUR? De que forma o professor experiente se percebe neste processo de acompanhar o professor iniciante a partir da participação na formação oferecida pelo projeto OBEDUC/UFMT/CUR? Os resultados do projeto desenvolvido em quatro anos apontaram que o acompanhamento aos iniciantes diminuiu seus conflitos, fortaleceu suas ações e propiciou o desenvolvimento profissional, tanto do iniciante, quanto do professor experiente que trabalhou no acompanhamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ELIZABETE GASPAR DE OLIVEIRA , EDUVALE

Mestre pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) desde 04/03/2019 - Campus de Rondonópolis. Especialista em Administração Escolar pela Universidade Salgado de Oliveira- Universo (2002).Possui graduação em PEDAGOGIA pela Universidade Federal de Mato Grosso (1996). Professora aposentada da prefeitura Municipal de Rondonópolis/MT, Professora e Coordenadora de Estágio da Faculdade de Ciências Sociais Aplicada -Eduvale. Participa do projeto OBEDUC do grupo InvestigaAÇÃO pela Universidade Federal de Mato-Grosso como Professora pesquisadora do professor experiente/coordenadora/o que trabalha no acompanha o professor iniciante nas escolas de Rondonópolis/ MT.

Simone Albuquerque da Rocha, Universidade Federal de Rondonópolis - UFR

Possui graduação em Pedagogia. Tem Mestrado e Doutorado na Universidade Estadual Paulista (UNESP) Júlio de Mesquita Filho (1996-2001) e Pós-Doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é professora Titular da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). Desenvolve pesquisa na área de formação de professores, abordando a identidade e profissionalidade docente em narrativas de formação memoriais, diários de formação e casos de ensino. Investiga também, políticas públicas educacionais, projetos e programas de formação de professores na modalidade presencial e a distância. É líder do Grupo de Pesquisa InvestigAção/CNPq, e foi coordenadora de projeto do Observatório da Educação/CAPES/INEP/SECADI (OBEDUC) no PPGEdu/UFMT 2013/2017. Participa da pesquisa em rede cadastrada no CNPq com a coordenação de Marli André (in memorian), que investiga Processos de Indução a Professores Iniciantes nas escolas públicas de educação básica em diferentes estados brasileiros, respondendo pelos dados em MT. Trabalhou como consultora da Secretaria de Estado de Educação/SEDUC de MT para a revisão e atualização da política de formação continuada de professores para o estado de Mato Grosso e da Secretaria Municipal de Educação de Rondonópolis/MT. Lidera/coordena programa de formação continuada do PPGEdu/FormEduc/UFR com as redes públicas de ensino em Rondonópolis/MT há 5 anos, o qual dá continuidade à proposta do OBEDUC para a formação continuada de professores iniciantes e experientes, atualmente em fase de ampliação para o estado de MT. Foi eleita, pela segunda vez para a gestão do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMT/Campus de Rondonópolis, assumindo a vice coordenação. Atualmente, é coordenadora do GT8/Anped Centro Oeste.

Referências

ANDRÉ, Marli E.D.A. Políticas de iniciação à docência para uma formação profissional qualificada. In: ______. Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas/SP: Papirus, 2016.

______. Estudo de caso em pesquisa e em avaliação educacional. Brasília: Liberlivro, 2005.

ANDRÉ, Marli. Calil. A. M. G. C. Martins, F. de P. Pereira, M. A. L. P. O papel do outro na constituição da profissionalidade de professoras iniciantes. Revista Eletrônica de Educação, v.11, n.2, p. 505-520, jun./ago., 2017.

BRASIL, Ministério da educação: Parecer CNE/CEB 11/2000. Disponível em http://portal.mec.gov.br. Acesso em: 05 de dezembro de 2017.

BRASIL, LDB. Lei 5692/71 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em < www.planalto.gov.br >. Acesso em: 05 de dezembro de 2017.

CALIL, Ana Maria Gimenes Corrêa. A formação continuada no município de Sobral (CE). São Paulo, 2014. 202 p. Orientadora Marli André. Tese apresentada à Banca Examinadora como exigência parcial para obtenção do título de doutora em Educação: Psicologia de Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

CAETANO, Ana Paula. Dilemas dos professores. In: ESTRELA, Maria Tereza (Org.) Viver e construir a profissão docente. Porto: Porto Editora, 1997.

CAVACO, Maria Helena. Oficio de professor: o tempo e as mudanças. In: Nóvoa, Antonio (org.). Profissão Professor. 2. ed. Porto: Editora Porto, 1999.

FRANÇA, Márcia Socorro dos Santos. O desenvolvimento profissional dos professores iniciantes egressos do curso de licenciatura em Pedagogia: um estudo de caso. Orientadora, Simone Albuquerque da Rocha. Dissertação de mestrado, PPGEdu/UFMT, 2016.

FRANCO, M. A. do Rosario Santoro. Da Pedagogia à coordenação pedagógica: um caminho a ser re-desenhado. In: ______. A coordenação do trabalho pedagógico na escola: processos e práticas / Maria Amélia Santoro Franco, Elisabete F. Esteves Campos (Organizadoras). Santos (SP) : Editora Universitária Leopoldianum, 2009.

GABARDO, Cláudia Valéria; HOBOLD, Márcia de Souza. Início da docência: investigando professores do ensino fundamental. Revista Formação Docente. Belo Horizonte, v. 03, n. 05, p. 85-97, ago./dez. 2011.

GIORDAN, Miriane Zanetti. Professores iniciantes dos anos finais do ensino fundamental: desafios e dilemas. Joinville: UNIVILLE, 2015. Dissertação de Mestrado.

HUBERMAN, M. O ciclo da vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (org.). Vida de Professores. 3.ed. Portugal: Porto Editora,1995.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2017.

LORENZZON, Márcia Roza. Narrativas Dialogadas nos Diários de Campo Reflexivos de Professoras Iniciantes: Possibilidades de Autoformação.Orientadora Simone Albuquerque da Rocha. Dissertação pela Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Programa de Pós-Graduação em Educação, Rondonópolis, 2017.

MARCELO, C. Desenvolvimento Profissional Docente: passado e futuro. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 08, pp. 7-22, 2009.

_______. Formação e professores: para uma mudança educativa. Porto, PT: Porto Editora, 1999.

_______ . O professor iniciante, a prática pedagógica e o sentido da experiência. Revista Formação Docente. v. 03, n. 03, p. 11-49, 2010

MARCELO, Carlos, et al. La inducción del professorado principiante em la República Dominicana: el programa inductio. Rev. Iberoamericana de educação, v. 71, n. 2, 2016.

MIRA, Marília Marques e ROMANOWSKI, Joana Paulin. Programas de inserção profissional para professores iniciantes: uma análise da produção científica do IV Congresso Internacional Sobre Professorado Principiante e Inserção Profissional à Docência. X ANPED SUL, Florianópolis, outubro de 2014. Disponível em: < http://xanpedsul.faed.udesc.br/arq_pdf/75-0.pdf> Acesso: 10 novembro 2016.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti; REALI, Aline Maria de M. Rodrigues; TANCREDI, Regina Maria Simões Puccinelli. Mentores e Professores Iniciantes em Interação: possibilidades formativas da educação online. Revista Cet, vol. 01, nº 02, abril/2012.

_______. Mentores e Professores Iniciantes em Interação: possibilidades formativas da educação online. Revista Cet, vol. 01, nº 02, abril/2012.

OCHOA, Luis Antonio Reyes. Professores Principiantes e inserción a la docência. Preocupaciones, problemas y desafios. Tese (Doctorado in didáctica y organización de la educación) Universidad de Sevilla, Espanha: 2011.

PASSEGGI, M. C.; GASPAR, M. M. G. Acompanhamento e dispositivos de mediação biográfica: memorial de formação, grupos reflexivos e diário de acompanhamento. In: PASSEGGI, Maria Conceição; VICENTINI, Paula Perin; SOUZA, Elizeu Clementino. Pesquisa (Auto)biográfica: Narrativas de si e formação. Curitiba: CRV, 2013

_______. A mediação biográfica. Acompanhar adultos em processos-projetos de si. In: portal do envelhecimento, Espaço Memória, 2007.

Disponível em: <http://www.portaldoenvelhecimento.com/moradias/item/1134-a-media%C3%A7%C3%A3o-biogr%C3%A1fica-acompanhar-adultos-em-processos-projetos-de-si> . Acesso em: 26 julho 2015.

PAPI, Silmara de Oliveira Gomes; MARTINS, Pura Lúcia Oliver. As pesquisas sobre professores iniciantes: algumas aproximações. Educação em Revista. Belo Horizonte, v. 26, n. 03, p. 39-56, dez/2010.

Reali, Aline Maria de Medeiros Rodrigues; Massetto, DéboraCristina; Gobato, Paula Grizzo; Borges, Fabiana Vigo AzevedoA construção da identidade de uma mentora: o Programa de Formação Online de Mentores em foco. Práxis Educativa, vol. 13, núm. 2, 2018, Maio-Agosto, pp. 330-347. Práxis Educativa (uepg.br). Acesso em: 26 julho 2017.

SOUZA, Sueli Oliveira. O desenvolvimento profissional do professor experiente no projeto colaborativo universidade/ escolas: desafios e necessidades formativas. Dissertação de mestrado. Orientadora Simone Albuquerque da Rocha. PPGEdu/UFMT, 2017.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

URETA, Consuelo Vélaz de Medrano. Competências del Professor-Mentor para el acompanhamento al profesorado principiante. Profesorado-Rev.de currículum y formación del professorado, Madri/Espanha, v. 13, n. 1, 2009.

VAILLANT, Denise. Formación inicial del professor para las escuelas del mañana. Rev.dialogo Edc., Curitiba, v. 12, n.36, jan/abr.2012.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-05-09

Como Citar

GASPAR DE OLIVEIRA , E., & Albuquerque da Rocha, S. (2022). Desenvolvimento profissional de professores iniciantes na educação infantil e a ação de acompanhamento do professor experiente. Devir Educação, 6(1), e–406. https://doi.org/10.30905/rde.v6i1.406

Edição

Seção

Dossiê tematico 1 - Desenvolvimento profissional docente, práticas pedagógicas e avaliação na educação infantil: questões para o debate