Contribuições da gramática do design visual para o ensino da leitura: sinalizações apontadas pela análise de uma campanha educativa

  • Lara Scherrer UFLA - Universidade Federal de Lavras.
Palavras-chave: Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação; Multiletramento; Gramática do Design Visual; Formação docente.

Resumo

O presente trabalho tem como escopo compreender como os diferentes modos de leitura influenciam na formação do professor. Diante das mudanças que vem ocorrendo em nossa sociedade e com as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) agregando cada vez mais elementos nas formas de comunicação, os modos de produzir e ler texto têm se diversificado, surgindo novos gêneros textuais. Assim, propõe-se   a analisar os efeitos de sentido advindos da composição imagética de uma campanha educativa veiculada em redes sociais. A realidade atual, em que o uso de imagens é cada vez mais recorrente, sobretudo por meio das novas tecnologias, requer que o professor se atualize e aprenda a manusear esses novos recursos. Para demonstrar como a imagem pode ser utilizada nas práticas escolares, foi analisada uma campanha educativa, no intuito de evidenciar a complexidade encontrada na compreensão dos textos não verbais. Para o embasamento-teórico dessa pesquisa, foi utilizada a Gramática do Design Visual (KRESS, VAN LEEUWEN, 2006), que possibilitou a análise de uma imagem a partir das metafunções representacional, interacional e composicional. Esse exame possibilitou a descrição de como os elementos verbais e não verbais se organizam de forma lógica e possuem uma combinação que possibilita a construção de sentidos. Por meio da análise, observou-se que, independentemente da área de atuação do professor, é imprescindível que ele saiba trabalhar com imagens e, assim, contribua para tornar o seu aluno um leitor proficiente, em momento em que o texto vem sofrendo reconfigurações, exigindo novas habilidades para o processo de leitura.

Biografia do Autor

Lara Scherrer, UFLA - Universidade Federal de Lavras.

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Lavras – UFLA; Lavras, MG, Brasil.

Referências

BICALHO, Delaine Cafiero. Leitura. In: FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva; COSTA VAL, Maria da Graça; BREGUNCI, Maria das Graças de Castro (orgs.).
Glossário Ceale on-line: termos de alfabetização, leitura e escrita para educadores. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2014, s/p. Disponível em: http://ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/glossarioceale/verbetes/leitura. Acesso em: 2 dez. 2017.

BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista et al. Livros digitais: novas oportunidades para os educadores na era web 2.0. VI Conferência Internacional de TIC na Educação: Repositório, Minho, p.433-455, 14 maio 2009. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9233/1/livrosdigitais.pdf. Acesso em: 26 ago.2017.

BONILLA, Maria Helena Silveira. Formação de Professores em Tempos de Web 2.0. In: FREITAS, Maria Teresa de Assunção. Escola, Tecnologia Digital e Cinema. Juiz de Fora: UFJF, 2011. p. 59-87.

BRITO, R. C. L.; PIMENTA, S. M. D. O. A gramática do design visual. In: PIMENTA, S.; AZEVEDO, A.; LIMA, C. Incursões semióticas: teoria e prática de GSF, multimodalidade, semiótica social e ACD. Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2009.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. 3ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003, p. 277-326.

COSCARELLI, Carla; RIBEIRO, Ana Elisa (Orgs.). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

GERALDI, João. Wanderley. Concepções de linguagem e ensino de português.
In: ______.O texto na sala de aula . Cascavel: Assoeste, 1984.

GERALDI, João Wanderley. Ler e Escrever- uma mera exigência escolar? Resvista do Sell, Triangulo Mineiro, p.1-12, 2008. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/sell/article/view/20/27. Acesso em: 15 outubro 2017.

HALLIDAY, Michael.; MATTHIESSEN, Christian. An Introduction to Functional Grammar. 3. ed. London: Hodder Arnold, 2004. 1. ed. London: Edward Arnold, 1985.

JEWITT, Carey; OYAMA, Rumiko. Visual meaning: a social semiotic approach. In: Van Leeuwen, T.; Jewitt C. (Eds.). Handbook of Visual Analysis . London: SAGE Publications Ltd., 2004.

KLEIMAN, Angela B. (Org.). Os significados do letramento : uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado das Letras, 2008. 294 p.

KRESS, G. Multimodality: A Social Semiotic Approach to Contemporary Communication. Routledge, 2009.

KRESS, G. What is mode? In: JEWITT, Carey (Org.). The Routledge handbook of multimodal analysis. Londres e Nova York: Routledge, 2011. p. 191-200.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Multimodal Discourse: The modes and media of contemporary communication. London: Arnold, 2001.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. 5th. London and New York: Routledge, 2006.

KOCH, I. G. V. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.

KOCH, I. V; ELIAS, V. M. Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006.

NOVELLINO, Marcia Olivé. Fotografias em livro didático de inglês como língua estrangeira:: Análise de suas funções e significados. 2007. 203 f. Tese (Doutorado) - Curso de Letras, Puc Rio, Rio de Janeiro, 2007. Cap. 4. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2017.

ROJO, Roxane. Pedagogia dos Multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: MOURA, Eduardo; ROJO, Roxane (Orgs.). Multiletramentos na Escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

SAMPAIO, M. N.; LEITE, L. S. Alfabetização tecnológica do professor. 7. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

TRAVAGLIA, L. C. Concepções de linguagem. In: ______. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática no 1º e 2º graus. São Paulo: Cortez, 1996.

VIEIRA, Josenia; SILVESTRE, Carminda. Introdução à Multimodalidade: Contribuições da Gramática Sistêmico-Funcional, Análise de Discurso Crítica, Semiótica Social. Brasília, DF: Ed. J. Antunes Vieira, 2015.

#ChegaDeLGBTFobia: Campanha nas redes sociais quer promover o respeito à população LGBT. Disponível em: http://blog.saude.mg.gov.br/2017/05/18/chegadelgbtfobia-campanha-nas-redes-sociais-quer-promover-o-respeito-a-populacao-lgbt/. Acesso em: 14 nov. 2017
Publicado
2020-08-12