Memórias de normalistas da escola normal oficial de Uberaba, 1948 a 1959

  • Gabriela Marques de Sousa
  • Sonia Maria dos Santos

Resumo

Este trabalho está inserido no campo da História e Historiografia da Educação e teve como objetivo compreender a relação entre o curso normal e a formação de professores em Minas Gerais através das narrativas das ex-alunas que estudaram na Escola Normal Oficial de Uberaba, entre os anos de 1948 a 1959. O período delimitado dessa pesquisa está fundamentado na trajetória da própria instituição, demarcado por sua reabertura com a promulgação da Lei nº. 284, de 23 de novembro de 1948, até a mudança de nomenclatura, com a publicação da Lei nº. 5.586, de 23 de maio de 1959. A metodologia do trabalho está pautada na utilização da História Oral com a prática da microanálise, buscando entender de que modo as nuanças das políticas educacionais destinadas a formação docente repercutiram nos cenários particularizados das instituições de ensino normal, nas décadas de 1940 e 1950. Assim, através das fontes documentais pudemos traçar o itinerário da Escola Normal Oficial de Uberaba e de que maneira as ações estaduais e federais interferiram na formação docente, concomitantemente, por meio dos depoimentos, adentramos nos aspectos específicos da instituição, a fim de compreender de que modo ocorria a constituição da professora mineira dentro das Escolas Normais. Logo, constatamos que a formação docente em Minas Gerais estava inserida no movimento maior da educação nacional, sendo sua trajetória associada à existência das Escolas Normais e à necessidade de professores.

Publicado
2017-11-29
Seção
Artigos de pesquisa